o0o A Companhia de Artilharia 3514 voou para Angola no dia 2 de Abril de 1972 (Domingo de Páscoa) num Boeing 707 dos Tams e regressou no dia 23 de Julho de 1974, após 842 dias na ZML de Angola, no subsector de Gago Coutinho, Provincia do Moxico o0o Rendemos a CCAÇ.3370 em Luanguinga em 11 de Abril de 1972 e fomos rendidos pela CCAÇ.4246 na Colina do Nengo em Junho de 1974. Estivemos adidos ao BCav3862 e depois ao BArt6320 oOo O Efectivo da Companhia era composto por 172 Homens «125 Continentais, 43 Cabo-Verdianos e 4 Açorianos» oOo

segunda-feira, 28 de março de 2011

Feliz Aniversário

 Neste dia especial, venho apresentar ao nosso Camarada e Amigo Manuel Dias Monteiro, os melhores desejos de um feliz aniversário natalício, repleto das maiores prosperidades, boa saúde, muita paz, amor e alegria, na companhia de todos os seus familiares e amigos mais próximos, fazendo, simultaneamente, os mais sinceros votos de que esta data se repita por muitos e muitos anos para seu regozijo próprio e de todos os que lhe são caros. Para o aniversariante, envio um especial abraço de parabéns. Não obstante ser de todos conhecido, anexo uma foto do nosso Camarada Monteiro. Aproveito a oportunidade para enviar cordiais saudações aos colaboradores do Blogue, aos Panteras Negras em geral e aos seus familiares, assim como aos eventuais visitantes, onde quer que encontrem.
Octávio Botelho

sábado, 26 de março de 2011

Os Nossos Cães

 João Medeiros, 26 de Março de 2011
De João Medeiros
Hoje vou falar dos nossos cães.
O T.S. o seu nome completo era T.S.F. era o cão das transmissões como o nome sugere Telegrafia Sem Fios, Cor - amarelo claro, Porte - médio, cauda e orelhas inteiras. Foi herdado pelas transmissões, da C.Caç.3370 era um snob independente, agressivo com os indígenas que não conhecesse.
 
 O Victor Melo e Carvalho na protecção com  os cães TS e o Mucoi
MUCOI - O seu nome, era o de um rio lá da zona, sobejamente conhecido por todos nós, uma zona de caça de eleição. Cor - amarelo claro, Porte - médio, cauda e orelhas inteiras. Foi herdado também da C.Caç.3370, passava a vida atrás dos pelotões nos destacamentos, sem dúvidas o melhor dos nossos cães, a destacar uma resistência infinita.

O Mucoi nunca deixou uma peça de caça na mata era um colosso
LIBRA . o seu nome era o indicativo do posto de transmissões, Cor – amarelo claro, Porte – médio, cauda e orelhas inteiras. Foi-me oferecida pelo Coutinho do P.A.D. 2285 ainda era cachorrinha, passava a vida no destacamento era muito meiga.
A Libra com três cachorrinhos de pelagem negra
MUSSUMA o seu nome era o de um rio lá da zona, era o cão dos mecânicos e dos condutores, Cor - cinzento com o manto do peitoral branco. Porte - médio, cauda e orelhas inteiras, sei que chegou á companhia ainda cachorrinho, como e onde o arranjaram não sei, era um cão bonito pelo porte e cor. 
O Ramalhosa com o Mussuma
LIBRA I. o seu nome era o indicativo do posto de rádio do 1º pelotão onde o operador de transmissões era o saudoso amigo Simplício Caetano seu dono.
Cor - cinza escuro, Porte - baixo, cauda e orelhas amputadas. Era filha do Mussuma e da Libra, era muito bonita, equilibrada e bem mandada, trabalho do Caetano.
 
Na imagem o Mec. Oliveira, Pires, Bélinha e Beringel, em baixo o Parreira com duas leoas abatidas na zona e a cadela do Caetano Libra I
 Um abraço

quarta-feira, 23 de março de 2011

Arganil - Convivio 2011 da Cart.3514

Carissimos Camaradas e Amigos:
Vai realizar-se no dia 28 de Maio (Sabado) no Restaurante Monte Alto em Arganil, o Convivio anual da Cart.3514, para comemorar o 37º aniversário da nossa chegada a casa. O evento deste ano com a organização a cargo dos nossos companheiros, Manuel António de Oliveira, Fernando Pereira de Oliveira e Vitor Marques Dinis, que elaboraram o encontro no segredo dos deuses,  pois havia algumas perguntas no ar acerca da data do facto, mas o Dinis, o António e o Fernando Oliveira souberam dar continuidade a estes encontros de amizade e levar a cabo mais esta missão, que muito nos honra a todos e hoje ao abrir a caixa do correio foi para mim uma agradavel surpresa.
.
Encontro anual em Arganil no dia 28 de Maio de 2011 

domingo, 6 de março de 2011

Noticias de Lumbala Nguimbo

Janeiro 2011 - O governador provincial do Moxico visitou Lumbala Nguimbo e ficou satisfeito com o andamento das obras do Centro Comunitário da Juventude. João Ernesto dos Santos "Liberdade" foi à sede municipal dos Bundas e verificou que a instalação dos emissores da Televisão Pública de Angola (TPA) e da Rádio Nacional de Angola (RNA) "está bastante avançada".
O bairro social da juventude, com 40 casas, 12 das quais já concluídas, a casa da administradora adjunta e a residência dos médicos, com sistema de captação, tratamento e distribuição de água, também foi visitado por Ernesto "Liberdade". O governador do Moxico visitou igualmente as obras de reabilitação do Hospital Municipal e da escola primária número 102. No prosseguimento do seu programa de trabalho, o governador deslocou-se ainda à comuna do Chiúme, a 124 quilómetros de Lumbala Nguimbo, para verificar o estado das obras da administração comunal e das casas do administrador e do seu adjunto.
.
Lumbala Nguimbo, Rua Principal - Entrada Norte 
Ontem, último dia da visita, deslocou-se a Luchazes, onde, na sede municipal, inspeccionou os sistemas de captação, tratamento e distribuição de água potável e de energia eléctrica e as obras do hospital.
João Ernesto dos Santos "Liberdade" tem agendada uma deslocação à comuna do Muié, a 80 quilómetros de Cangamba.

quinta-feira, 3 de março de 2011

"O Bate Estradas"

De José Ramalhosa
Elizabeth, NJ - EUA
Durante a minha vida de estudante fiz grandes amizades, uma delas, o meu grande amigo Fontainhas de S, Pedro da Torre, concelho de Valença, localidade e residência do camarada Eduardo Barros.
.
Gago Coutinho 1972 -  Fontainhas e Ramalhosa em frente à Escola Primária Nº 394
Acabados os estudos, bateu à porta o serviço militar eu ingressei no exercito e o Fontainhas na marinha como fuzileiro naval, sempre mantivemos contacto através de correio, em Angola para onde partimos, depois de mobilizados, os bate estradas (Aerogramas) continuaram esta ligação no terreno ao longo da comissão, um dia recebi uma noticia deste grande amigo, estava a caminho de Gago Coutinho para uma operação militar na zona de Ninda.
.
Dest. Mussuma - Ramalhosa e Fontainhas
Um pedido ao seu comandante de grupo, para passar uns dias comigo no destacamento da latriteira do Mussuma, foi autorizado, no dia da chegada fui buscá-lo a Gago Coutinho, voltamos ao destacamento onde passou dois ou três dias, regressei para levá-lo de volta ao seu grupo, na hora da despedida e a meio daquele longo abraço, desabafou comigo, estes dias passados convosco não foram fáceis, sinceramente, nunca tive tanto medo, principalmente de noite com receio de sermos agarrados á mão, tendes de ter uma grande coragem e muita sorte nessas condições rudimentares em que estão destacados.
.
Ruivo, Adriano M. Teixeira, Resende, Ramalhosa, Cruz e Julio Norte
.Um grande abraço a todos camaradas.
 José da Cunha Ramalhosa