o0o A Companhia de Artilharia 3514 voou para Angola no dia 2 de Abril de 1972 (Domingo de Páscoa) num Boeing 707 dos Tams e regressou no dia 23 de Julho de 1974, após 842 dias na ZML de Angola, no subsector de Gago Coutinho, Provincia do Moxico o0o Rendemos a CCAÇ.3370 em Luanguinga em 11 de Abril de 1972 e fomos rendidos pela CCAÇ.4246 na Colina do Nengo em Junho de 1974. Estivemos adidos ao BCav3862 e depois ao BArt6320 oOo O Efectivo da Companhia era composto por 172 Homens «125 Continentais, 43 Cabo-Verdianos e 4 Açorianos» oOo

segunda-feira, 22 de março de 2010

Antes da Guerra- Uma Excursão Primaveril


Na imagem: Pires, Augusto Silva, ???, Gonçalves e Cosme
Uma excursão primaveril
Já lá vão 38 anos, mas lembro-me, como se tivesse sido há dois ou três!... Estávamos em Évora na Primavera de 1972, a muito pouco tempo do nosso embarque para Angola!...Tinha acabado a Instrução da Especialidade e o IAO da CArt 3514, num fim de semana qualquer, foi determinado pelo Comando do RAL.3 que fosse feita uma excursão a Fátima, com os militares Cabo-Verdianos que faziam parte da Companhia. Para o efeito, foi nomeado um Oficial, que por sinal era o Capelão Militar do QG de Évora, para enquadrar essa digressão e nomeados alguns sargentos para o assessorarem nessa missão. Entre os sargentos encontrava-me eu próprio, como o mais antigo da Cart presente na Unidade, pois o 1º.Torres tinha ido a casa em fim de semana.
Saímos de Évora, de manhã, muito cedo e fazia um tal frio que, quando chegámos à estrada rural no início do itinerário, havia geada nas ervas das bermas, vestígios de uma noite de temperaturas negativas, típicas do fim de Inverno. Seguíamos em três viaturas TP-21 e um jeep, com as respectivas capotas para resguardo de qualquer chuvada que viesse a surgir. A coluna rumou para norte, passou por Arraiolos, Montargil, Ponte  Sôr e atingimos Abrantes, onde fizemos o primeiro “alto”, para uma ligeira visita à localidade, aproveitando para comer a primeira refeição, da ração de Combate que fora distribuída para o efeito. Terminada que foi a visita curta a Abrantes, seguimos viagem, rumo a Tomar, onde almoçamos, novamente da R/C, tendo em seguida sido feita uma visita ao Convento de Cristo, ao Castelo dos Templários e a outros monumentos ali existentes. Depois rumámos a Fátima, onde visitámos todos os locais de interesse do Santuário: Basílica, Capelinha das Aparições, casas dos videntes e outros locais do estilo. Após esta visita, rumámos a Leiria onde chegámos ao RAL-4, pouco antes da hora do jantar. Ali foi-nos fornecida alimentação e pernoita.
No dia seguinte e após umas voltas pela cidade, rumámos para sudoeste, passando pela Batalha, onde foi visitado o tumulo do Soldado Desconhecido, o mosteiro e igreja, prosseguindo depois com destino à Nazaré. Aqui, foi visitado o local chamado “Sítio”, onde segundo a lenda, o cavalo de D.Fuas deixou impressa a pata, ao travar sobre a ravina que se precipita em direcção ao Atlântico de uma altura vertiginosa, o que terá salvo a vida do cavaleiro que, naquele “aperto”, terá invocado a Senhora da Nazaré em seu socorro. Em seguida, um pequeno passeio pela Vila e praia respectiva.
De seguida e continuando rumo a sul e ao longo da costa, chegámos a S.Martinho do Porto, onde visitámos a célebre "Concha" e logo a seguir entrámos em Caldas da Rainha, onde visitamos o Regimento de Infantaria 5 (RI.5) que funcionava como Centro de Instrução de Sargentos Milicianos.
Ali almoçámos e de seguida uma rápida visita à cidade, continuamos para sul rumo a Torres Vedras e Mafra, onde visitamos a Igreja do Convento e apreciámos a majestosa construção pelo seu lado exterior.
Em seguida, continuando para sul, chegamos ao Estoril, depois a Cascais entrando em Lisboa e seguindo para o velho Estádio da Luz, onde fomos assistir a um Benfica-Varzim. Depois disto, rumámos a Vila Franca de Xira, onde atravessámos a velha ponte, entrando no Alentejo em direcção a Vendas Novas e dali para Évora, onde chegámos ao anoitecer, tendo feito todo este trajecto em cerca de dois dias e poucas horas.
Deste acontecimento anexo uma imagem de alguns camaradas Cabo-Verdianos, tirada na Nazaré, junto à praia. Não me recordo do nome de nenhum deles!...Se o nosso Administrador se lembrar do nome de algum deles ou de todos, far-me -á o favor de legendar a foto com os respectivos nomes. Este já vai, contra o que é habitual, bastante longo.
Termino fazendo votos de que os restantes colaboradores, todos os elementos da CArt 3514 e seus familiares, assim como os eventuais visitantes deste blogue, estejam onde quer que seja, tenham uma Santa Páscoa, com muita saúde, paz e amor.
Para todos as mais cordiais saudações e um abraço do Camarada e Amigo, Botelho

Sem comentários :

Enviar um comentário