o0o A Companhia de Artilharia 3514 voou para Angola no dia 2 de Abril de 1972 (Domingo de Páscoa) num Boeing 707 dos Tams e regressou no dia 23 de Julho de 1974, após 842 dias na ZML de Angola, no subsector de Gago Coutinho, Provincia do Moxico o0o Rendemos a CCAÇ.3370 em Luanguinga em 11 de Abril de 1972 e fomos rendidos pela CCAÇ.4246 na Colina do Nengo em Junho de 1974. Estivemos adidos ao BCav3862 e depois ao BArt6320 oOo O Efectivo da Companhia era composto por 172 Homens «125 Continentais, 43 Cabo-Verdianos e 4 Açorianos» oOo

domingo, 5 de junho de 2016

Convívio Tomar 2016

A Cart3514 realizou no 4 de Junho o encontro anual na "Quinta do Falcão", fundada no século XIX e adquirida nos anos vinte do século passado pelo Avós dos actuais proprietários. Espaço rural, património da família do Cavaleiro Tauromáquico  Rui Salvador, actualmente figura principal do panorama taurino nacional. A Quinta do Falcão encerra no seu espaço a rusticidade, a tradição do campo, e o espírito tauromáquico. Hoje em dia a agricultura a pecuária, a ganadaria, a coudelaria e mais recentemente a organização de eventos na perspectiva da divulgação dos espaços rurais de prestigio, são motivos mais que abrangentes para desfrutar dum agradável dia de passeio ao ar  livre e um regresso ás origens.
.
Está afixado álbum de fotos do evento na barra lateral direita
Fomos recebidos em Tomar, pela Família César Correia, novamente organizador "deste golpe de mão", a quem felicito e agradeço em nome de todos os camaradas a preparação excelente deste 11º encontro, o cenário onde se realizou, nesta bonita região à beira do Nabão e do Bode é sempre digna de registo. Após a chegada de todos os participantes, das apresentações, dos cumprimentos, abraços e outros carinhos, partimos rumo ao local do encontro, onde fomos efusivamente recebidos com palavras de boas vindas. Tivemos o privilégio da companhia do Rui Salvador como cicerone na visita guiada  à sua emblemática quinta, onde os motivos de interesse se multiplicam a cada passo, o museu de carros antigos de tracção animal, brakes, buggys, coches, charrets, e outros, e também uma pequena mostra de automóveis do século passado, muito lustrosos, despertaram a apetência sobre o que faltava visitar, esta muito mais demorada na sala dos trajes, onde o dialogo se instalou com muitas perguntas e respostas e também fotografias sobre o espólio em exposição ligado à arte taurina, onde sobressaiam as "Casacas de Toureio a Cavalo" muito "sui generes" debruadas a ouro e bordadas a seda, ao lado dos tricórnios, das calças e das botas, uma variedade enorme de celas de montar a cavalo, para: cortesias, tourear, amazonas, obstáculos, rojoneadores, cowboys, o traje do campino com o barrete verde, do forcado de cinta vermelha e do ganadeiro com chapéu de aba larga, ao lado do cavaleiro de casaca e tricórnio, fazem deste local um dos ícones da visita. Depois um galinheiro com uma variadíssima, gama de raças de galinhas, de variados tamanhos,  com plumagens de cores e matizes variadas, cristas e caudas de plumas garridas, fizeram as delicias dos netos e não só. A cavalariça com a quadra actual de cavalos de toureio, despertou em todos admiração pela sensibilidade, mansidão, garbo e o porte desta raça de puros sangue lusitano, para finalizar no picadeiro do complexo esteve um monitor à disposição de todos os que quiseram experimentar a sensação de montar a cavalo. Veio o merecido almoço que esteve à altura do  evento, tanto nas entradas como nos pratos de reforço, sopa, peixe e carne, bebidas, doces, frutas, café e digestivos tudo QB.
.
Foto de Família da Cart3514,  na bancada do "Tentadero" da Quinta do Falcão
Mais ao final da tarde rumamos ao "tentadero" onde fomos brindados com um pequeno, mas, demonstrativo espectáculo taurino, em que foram lidados dois garraios, pelo cavaleiro Rui Salvador, montando alternadamente seis cavalos da sua quadra,  coadjuvado pelos seus bandarilheiros e também pelo grupo de forcados de Tomar. Finalmente as memórias e as histórias fizeram do resto da tarde momentos de agrado, a finalizar, o bolo o champanhe, o hino da Cart, o abraço apertado.
Mais informação sobre o local abrir o link com "copy e paste" -  https://www.youtube.com/watch?v=fhAz8aQfKe8

2 comentários :

  1. SERÁ QUE EM 2017 VAI HAVER CONVÍVIO?
    ESTAMOS EM FINAIS DE ABRIL E NÃO SE SABE NADA!!!

    ResponderEliminar
  2. Caro Anónimo:
    Pode ficar descansado, pois o convívio Anual da CART 3514, será em Soure, no dia 20 de Maio, a cargo do camarada José Ermandino da Silva Nunes, na Quinta D.Maria.
    Octávio Botelho

    ResponderEliminar