o0o A Companhia de Artilharia 3514 voou para Angola no dia 2 de Abril de 1972 (Domingo de Páscoa) num Boeing 707 dos Tams e regressou no dia 23 de Julho de 1974, após 842 dias na ZML de Angola, no subsector de Gago Coutinho, Provincia do Moxico o0o Rendemos a CCAÇ.3370 em Luanguinga em 11 de Abril de 1972 e fomos rendidos pela CCAÇ.4246 na Colina do Nengo em Junho de 1974. Estivemos adidos ao BCav3862 e depois ao BArt6320 oOo O Efectivo da Companhia era composto por 172 Homens «125 Continentais, 43 Cabo-Verdianos e 4 Açorianos» oOo

terça-feira, 3 de junho de 2008

Partilha

Com esforço daqui e dali lá vamos conseguindo manter de pé o nosso blogue.
Mas, com grande pena minha, a participação dos nossos camaradas continua sendo desastrosa pois não dão sinal de vida, de empenho e até de solidariedade na manutenção e refrescamento desta página. Não acredito que seja só por desconhecimento deste espaço ou até mesmo das técnicas básicas de informática.
Felizmente que já tivémos alguém externo à CART 3514 a entrar nesta página manifestando a sua opinião sobre o que aqui leu e, dando a conhecer também o que ela, com outros companheiros, fazem num outro blogue - www.projectoignara.blogspot.com., lutando em prol do que aqui dizemos.
Falo da Susana Gaspar, actriz, filha de ex-combatente que mantém uma página semelhante à nossa, embora mais participada, com maior número de conteúdos, aberta a todos os que nela queiram participar, e são muitos, página essa ilustrada com muitas fotos enviadas por ex-combatentes pertencentes às mais diversas companhias que combateram em África no decurso daquela guerra, escritos históricos sobre a mesma, tendo ainda como missão, além de espectáculos relacionados com este tema, para que, como se dizia noutro local - este lapso de tempo das nossas vidas seja perpetuado na memória colectiva dos portugueses através da sua divulgação - reunem-se em diferentes locais do país com ex-combatentes, deficientes das Forças Armadas e público em geral, numa missão verdadeiramente extraordinária, carregada de humanismo e cheia de coragem e dinamismo, que eu próprio fiquei rendido a estes actos de estoicismo, bravura, e heroísmo. Bem hajam a todos vocês Susana! Estão de parabéns!
Então acho que não podemos ignorar estes movimentos, bem pelo contrário, devemos apoiá-los. Por isso nada melhor que o nosso "expert" nesta matéria e autor deste blogue, o amigo Carvalho, poder também, com algum material da nossa Companhia, com o qual vai recheando condignamente, esta página, cedê-lo à Susana para que ela o possa anexar na sua. Estamos desta forma contribuindo para a tal divulgação de que falávamos.
Já agora que falo do Carvalho, que raio de baú tu foste encontrar decorridos 36 anos? Onde foste pesquisar a história da nossa Companhia, nomes dos companheiros que faziam parte dos nossos pelotões, apoio ao Comando, aviões dos TAMs etc? São fantásticas as surpresas com que nos tens presenteado. Sabes que a maior parte daqueles nomes já não me dizem nada? É uma vergonha dizer isto mas, tirando os do meu pelotão, os metralhas e os do comando, pouco mais me recordava dos nomes de tantos que afinal estiveram connosco durante aquele tempo, especialmente dos cabo-verdianos. Sobre estes escreverei um dia sobre eles. Conviveram connosco com com grande dignidade e amizade. Considerá-mo-los excelentes companheiros. Gostaria que fosse possivel um dia, algum deles, aparecer nesta página para lhes poder enviar um abraço fraternal, ao ritmo das suas lindas e melodiosas coladeras.
Um abraço

1 comentário :

  1. Soares em primeiro lugar um grande abraço.
    Analizando o teu comentário quero dizer-te que apesar da fraca adesão ao blog. neste momento, eu nunca desisto destas coisas. No próximo encontro irei cativar mais colaboradores de certeza absoluta, pois como dizes fazem falta mais
    comentários e outras opiniões assim como postagens de outras fotografias pois nós não teremos fotos de todos os colegas, conhecimento de todas as histórias na primeira pessoa, porque depois faltam os detalhes que são esenciais no relato da situação com nomes referências etc.Eu tenho alinhavado vários escritos á época que irei postar pois tenho todo o correio enviado de Africa á minha familia como suporte de datas e acontecimentos dessa época assim como noticias e casos passados na nossa companhia. O blog como sabes é aberto a toda WEB e como é tal preciso alguma postura a nivel da credibilidade do que escrevemos. Sei que há companheiros com vontade de participar mas com algum receio de se exporem, e depois como tu dizes a nossa geração também não foi direccionada e motivada para esta ferramenta inovadoara das novas tecnologias da informação e os filhos muitas vezes não tem tempo nem vontade de ajudar os pais que gostariam de participar, já que muitos deles são utilizadores da internet e tem computadores em casa.

    ResponderEliminar