o0o A Companhia de Artilharia 3514 voou para Angola no dia 2 de Abril de 1972 (Domingo de Páscoa) num Boeing 707 dos Tams e regressou no dia 23 de Julho de 1974, após 842 dias na ZML de Angola, no subsector de Gago Coutinho, Provincia do Moxico o0o Rendemos a CCAÇ.3370 em Luanguinga em 11 de Abril de 1972 e fomos rendidos pela CCAÇ.4246 na Colina do Nengo em Junho de 1974. Estivemos adidos ao BCav3862 e depois ao BArt6320 oOo O Efectivo da Companhia era composto por 172 Homens «125 Continentais, 43 Cabo-Verdianos e 4 Açorianos» oOo

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Lumbala Nguimbo



O governador provincial do Moxico, João Ernesto dos Santos “Liberdade”, está desde hoje, sexta-feira, de visita aos municípios dos Bundas e Luchazes, para se inteirar do grau de execução das obras sociais em curso naquelas circunscrições.
Segundo o programa de visita, o governante vai se deslocar às comunas do Ninda, Lutembo e Luvuei (Bundas), bem como Cassamba (Luchazes), localidades onde estão a ser instalados sistemas de captação e distribuição de água e um centro de saúde, respectivamente.
Na digressão que termina domingo, em Lumbala-Nguimbo e Cangamba, ao sul da província, João Ernesto “Liberdade” avaliará os programas de execução com os Fundos de Gestão Municipal.
Ainda no Lumbala-Nguimbo será entregue uma viatura ao rei dos Bundas, Mwe Mbandu III, depois de um encontro com as autoridades tradicionais daquela circunscrição que dista a 356 quilómetros do Luena.
noticia AngolaPress

2 comentários :

  1. "Caros Camaradas de Armas",
    Não conhecia o bosso Blog. Infelizmente nem sempre é fácil tomarmos conhecimento de iniciativas muito louváveis como esta vossa.
    É importante dar a conhecer aos nossos filhos e netos que Portugal viveu uma guerra onde muitos dos seus melhores filhos deram o que tinham de melhor pela sua Pátria e muitas vezes a própria vida.
    Não podemos deixar de lembrar isso principalmente a certos politicos que nada fazem ou fizeram a favor desses jovens que ainda hoje sofrem no corpo e naalma as consequências de uma guerra que justa ou injusta, foi a causa de um povo.
    Foram estes ideais que nos levaram também a organizar um blog simples que procura lembrar alguns episódios vividos pela C. Caç. 3482tambem em Angola.
    Se tiverem oportunidade visitem esse blog. É a melhor forma de nos apoiarmos uns aos outros mantendo viva a vontade de não deixar cair no esquecimento a memória de todos quantos em Angola, Moçambique ou Guiné deram o que tinham de melhor pelo seu país.
    O endereço desse Blog é c-cac-3482.blogspot.com
    Por mim continuarei a acompanhar tudo o que forem fazendo.
    Um abraço para todos vós
    J. Abrantes

    ResponderEliminar
  2. Como vão os tempos!... Este governador passa a vida a passear e a visitar os seus domínios... Á velocidade do jacto as terras-do-fim-do-mundo estão a deixar de o ser. Oh!... mas eu gosto das terras-do-fim-do-mundo quando elas são mesmo Terras-do-Fim-do-Mundo, onde não vai ninguém, onde não há carros, nem aviões, nem governadores!...
    A África autêntica vai deixando de existir!... e este é o meu tempo que desaparece!...
    Rui Moio

    ResponderEliminar