o0o A Companhia de Artilharia 3514 voou para Angola no dia 2 de Abril de 1972 (Domingo de Páscoa) num Boeing 707 dos Tams e regressou no dia 23 de Julho de 1974, após 842 dias na ZML de Angola, no subsector de Gago Coutinho, Provincia do Moxico o0o Rendemos a CCAÇ.3370 em Luanguinga em 11 de Abril de 1972 e fomos rendidos pela CCAÇ.4246 na Colina do Nengo em Junho de 1974. Estivemos adidos ao BCav3862 e depois ao BArt6320 oOo O Efectivo da Companhia era composto por 172 Homens «125 Continentais, 43 Cabo-Verdianos e 4 Açorianos» oOo

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Oh Medeiros, Oh S. Miguel

Oh Medeiros
Oh S. Miguel
Sou eu
Não conseguindo estar presente na ultima confraternização que se realizou no dia 16 de Maio de 2009 em Vila Franca de Xira, venho por este meio dar-vos o meu abraço de desejo de muita saúde para todos vós para que para o ano estejamos todos reunidos em Fátima na data já confirmada 18 de Setembro de 2010.
Não sendo eu inimigo das novas tecnologias também não faço muito uso delas em termos pessoais, por isso estou a escrever para o nosso blogue que só a alguns dias me propus a ler, e me deu alegria em algumas passagens e nostalgia e pesar noutras.
O que eu podia dizer a lembrar os bons e maus momentos que passei convosco está tudo escrito naquilo que li, dando-me uma alegria imensa verificar como vocês escrevem muito bem, o que me põe intimidado com a caneta na mão (para o rascunho).
Vou ver como me comporto a escrever, pois vou contar momentos que alguns de vocês se devem lembrar, não tecendo comentários ao que já foi escrito pois tudo gostei de ler.
Bem Haja a todos vós pelos escritos e fotografias.   
                                                                   
    Ponta Delgada 24 Junho de 2010
  João Medeiros

5 comentários :

  1. Parabéns João! Finalmente conseguiste vencer e ultrapassar a primeira barreira. Nunca consegui perceber a razão dessa "timidez" uma vez que foste para nós a imagem do companheiro mais desenrascado e extrovertido que alguma vez conhecemos.
    Agora é apanhar o lápis, ou o teclado? e toca a escrever as muitas coisas bonitas que tens para nos dar a conhecer ou a relembrar. Já estou a divertir-me só a pensar no que vai sair daí.
    Um grande abraço João.

    ResponderEliminar
  2. Camarada e Amigo Medeiros:
    Bem-vindo ao Blogue da CArt3514.
    Como diz o nosso Amigo e Camarada Soares, conseguiste superar o primeiro obstáculo e, pelo que leio no teu "post" considero que tens aptidões mais que suficientes para te tornares um Colaborador efectivo do Blogue, onde poderás relatar as tuas "aventuras" no Leste de Angola, de que deves ter um apreciável reportório que valerá a pena conhecer. Ao camarada Carvalho, proponho que, se não houver inconveniente(penso que não!...), sejas admitido como Colaborador.
    Espero que nos encontremos em Fátima no próximo convívio, uma vez que, apesar de estarmos na mesma Ilha, raramente nos encontramos.
    Os meus parabéns pelo teu trabalho!...
    Termino enviando cordiais saudações aos restantes Colaboradores e a todos os "Panteras Negras" em geral.
    Para todos um abraço do Camarada e Amigo,
    Botelho

    ResponderEliminar
  3. Hoje, ao abrir o Blogue Cart 3514 " Os panteras negras" senti uma dicotomia de sentimentos:
    Em primeiro lugar, a tristeza de ver a notícia do falecimento, ainda prematuro, do nosso amigo Vicêncio Carreira, cujas qualidades eram conhecidas de toda a gente. É mais um amigo que nos deixa, que parte primeiro. Para a família deixo uma palavra de solidariedade e um abraço amigo. Nós, a família Cart 3514, ficamos com a certeza de que como já disse o nosso Amigo Carvalho, numa situação idêntica "" ...os amigos nunca morrem, ausentam-se, mas continuarão sempre presentes no altar das nossas melhores recordações..."".
    Por outro lado, a alegria, a alegria enorme de ver o João Medeiros, entrar nestas lides do blogue. Mais um "açuriano", este de S. Miguel, faltava este entre nós. Sê bem-vindo, acolhemos-te com um grande abraço. Embora eu não seja um grande exemplo a teres em conta nem te possa dar grandes lições, porque “o sapateiro não deve ir além do chinelo”, uma coisa te posso afirmar: devagar, devagarinho, nós lá vamos.
    Conta-nos as tuas "estórias", eu estava a lembrar-me daquela do distante 1º de Maio, de 1971, na Capitania de Vila Real de Santo António. Ainda te lembras? Eu jamais esqueci, tal foi a confusão que lá se arranjou. Mas aí ainda não éramos "panteras negras", estávamos na fase de projecto para furriéis…
    Para todos um grande abraço.

    ResponderEliminar
  4. Há dias o nosso amigo Medeiros telefonou lá de S.Miguel, como tantas as vezes o faz, para dar um bom dia, uma palavra,receber ou dar noticias, ou apenas porque acordou com a quele vazio nostalgico que muitas vezes nos assalta o sentimento, desta vez nem uma coisa nem outra, apenas a vontade de começar a participar nesta página de memórias de um passado que vivemos intensamente.
    Vamos ficar á espera da tuas/nossas estórias e fotos, prometo não desvirtuar sequer o sotaque.
    um abraço

    ResponderEliminar
  5. Amigo JR, eu sei quem neste momento, está cheio de bichos-carpinteiros e com um corrupio corísquinho. Vai ficar cheio de brabeza a achar que nós somos malinos e manda-nos algum sacão por utilizar-mos o "anónimo".
    Mas como ele já nos conhece, desta vez não vai desalvorar-se, e não nos vai estoquear, creio eu...

    ResponderEliminar