o0o A Companhia de Artilharia 3514 voou para Angola no dia 2 de Abril de 1972 (Domingo de Páscoa) num Boeing 707 dos Tams e regressou no dia 23 de Julho de 1974, após 842 dias na ZML de Angola, no subsector de Gago Coutinho, Provincia do Moxico o0o Rendemos a CCAÇ.3370 em Luanguinga em 11 de Abril de 1972 e fomos rendidos pela CCAÇ.4246 na Colina do Nengo em Junho de 1974. Estivemos adidos ao BCav3862 e depois ao BArt6320 oOo O Efectivo da Companhia era composto por 172 Homens «125 Continentais, 43 Cabo-Verdianos e 4 Açorianos» oOo

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Lumbala Nguimbo


 6 Maio – O Administrador Municipal dos Bundas, Júlio Augusto Kuando, pediu, em Lumbala-Nguimbo, aos funcionários dos distintos sectores do aparelho administrativo a pautarem por uma conduta digna e exemplar no exercício das suas actividades. O responsável sensibilizava os trabalhadores da municipalidade, pelo facto de alguns deles se apresentarem em estado de embriaguez em plenas horas laborais nas suas instituições, contribuindo no insucesso das respectivas instituições. Para disciplinar os infractores, o administrador municipal prometeu sancionar os funcionários que doravante praticarem este tipo de acto, punível na lei geral do trabalho.
Segundo ele, o uso de bebidas alcoólicas no local de serviço, está na base do incumprimento da pontualidade e assiduidade, repercutindo na pouca produtividade das instituições do Estado ali representadas.
"Este mês consagrado ao trabalhador deve servir de profunda reflexão, sobretudo para os funcionários que praticam actos de absentismo nas suas instituições", aconselhou Júlio Kuando, esperando mudança de atitude e comportamento por parte dos trabalhadores.
Esclareceu que um bom funcionário público deve pautar pelo cumprimento das responsabilidades que lhe são acometidas, para evitar transtornos laborais e contribuir firmemente no processo de reconstrução nacional levado a cabo pelo Executivo angolano.
Situado a 354 quilómetros a sul do Luena, a circunscrição tem uma população estimada em 40 mil habitantes, sendo 327 trabalhadores da função pública e a restante camponesa.
noticia AngolaPress

Sem comentários :

Enviar um comentário